Pergunte ao Astrólogo - Astrologia Horária - Caso Nº 2

...

Publicado originalmente no Jornal Astrológico 4 Estações, edição Nº 7 - Inverno 2014

(Jornal Astrológico da Associação Portuguesa de Astrologia - ASPAS)

Editado Abril 2014

...

Esta rubrica visa responder a questões reais usando técnicas de delineação astrológicas muito específicas, técnicas essas que se encontram num dos ramos da Astrologia - a Astrologia Horária.

De salientar que as informações apresentadas ao longo destes casos têm a autorização prévia dos envolvidos, omitindo-se apenas os nomes reais.

Pergunta colocada pela cliente, J.:

Candidatei-me a um emprego, já fui chamada à primeira entrevista, vou ser aceite?

Alguma clarificação sobre as circunstâncias que envolvem a pergunta:

A cliente tinha-se candidatado a um emprego, já tinha sido chamada a uma primeira entrevista e estava a aguardar ser chamada para as restantes afim de saber se ia ficar com o emprego.

 

Figura Horária:

Sistema de Casas: Regiomontanus

Dados:

21 de Outubro de 2013 AD GC

10:25:18 AM Amora / Portugal - GMT +00:00:00

9w07 00 / 38n37 00

 

 

Figura Horária

 

Significador da querente/cliente: Júpiter; co-significador: Lua

Significador do quesito/emprego: Mercúrio

Regente da Hora: Marte

"O querente é aquele ou aquela que faz a pergunta e deseja uma resolução; o quesito é aquele ou aquela, ou a coisa procurada, ou sobre o que se pergunta.

O significador é não mais do que aquele planeta que rege a casa que significa a coisa perguntada ... seja qual for o signo ascendente, o planeta que for regente desse signo será chamado senhor da casa ou significador da pessoa que pergunta ...

De forma que, em primeiro lugar, quando qualquer pergunta é apresentada, o signo ascendente e o seu regente são sempre dados àquele ou àquela que faz a pergunta.

Em segundo lugar, deve-se considerar o assunto apresentado e ver qual das doze casas ele pertence devidamente; quando se tiver encontrado a casa, considerar o signo e o regente desse signo ...

Em todas as perguntas damos a Lua como co-significador do querente com o regente do ascendente ..."[1]

Quanto à radicalidade da figura horária (conjunto de regras que nos diz se a figura pode ou não ser julgada):

- A Lua está vazia de curso;

- Marte, regente da hora, concorda com as qualidades primitivas, ou natureza humoral, do signo ascendente; Sagitário - ambos são quentes e secos.

- Não ascendem nem os primeiros nem os últimos graus do Signo.

- Declinei como testemunho a Lua vazia de curso como regra para não julgar a figura horária, uma vez que esta configuração descrevia e fundamentava de forma clara o tipo de acontecimentos mostrados.

Pode-se então dar início à delineação:

De notar que a Lua, co-significadora da querente, encontra-se fora de curso, ou seja, a Lua não se aplica por nenhum aspecto ptolemaico a outro planeta durante a sua permanência no signo em que se encontra.

Esta configuração da Lua por si só já é um testemunho de que a querente não vai ser aceite para ocupar um lugar na empresa a que se candidatou, pois uma Lua fora de curso indica quase sempre que a situação actual irá manter-se - que nada de novo irá acontecer.

É também de salientar que a Lua, co-significadora da querente, esteve em aspecto de oposição com Mercúrio, significador do emprego, o que nos mostra o contacto que houve aquando da primeira entrevista, contacto esse que não foi muito favorável à querente, uma vez que a oposição é um aspecto de carácter negativo.

Um outro aspecto muito relevante para fundamentar ainda mais o meu julgamento é que; Mercúrio, significador do emprego, que se estava a aplicar por trígono a Júpiter, significador da querente, vai entrar em movimento retrógrado, não resultando então nenhuma ligação entre os significadores, logo, nada do que poderia ser significado pelo aspecto de trígono se efectivará.

Esta configuração, ou tipo de movimento entre Mercúrio e Júpiter tem a designação mais comum de Refranação - ou mais correctamente de Revogação[2].

Refranação ou Revogação:

"... Revogação é quando, com planetas preparados para aplicação, um deles não está disponível para a aplicação devido à sua retrogradação.

Revogação acontece se um planeta se aplica a outro, mas antes de chegar a ele entra em retrogradação e a sua conjunção é anulada.

Revogação acontece quando um planeta pretende unir-se a outro, mas, antes de completar a sua união, a retrogradação sucede, e dessa forma a união é destruída.

Se o testemunho de um significador encontra-se na categoria de Revogação, ele denota circunstâncias acidentais, perturbando o assunto."[3]

Concluí então que a querente não iria ser aceite para o emprego ao qual se candidatou, e assim se veio a verificar.

 ...

 

Paulo Alexandre Silva, DMA

Membro efectivo Nº 57

www.astrologiamedieval.com

...
 

[1] Astrologia Cristã, William Lilly, págs. 123, 124. Tradução CMM, QHP - Edição Biblioteca Sadalsuud

[2] Traduzindo "Revoking" por Revogação.

[3] Introductions to Traditional Astrology: Abu Ma'shar & al-Qabisi, pág. 180. Traduzido e editado por Benjamin N.Dykes, PhD - The Cazimi Press, 2010

 

Copyright © Paulo Alexandre Silva. Todos os direitos reservados.