Pergunte ao Astrólogo - Astrologia Horária - Caso Nº 1

...

Publicado originalmente no Jornal Astrológico 4 Estações, edição Nº 6 - Outono 2013

(Jornal Astrológico da Associação Portuguesa de Astrologia - ASPAS)

Editado Dezembro 2013

...

Esta rubrica visa responder a questões reais usando técnicas de delineação astrológicas muito específicas, técnicas essas que se encontram num dos ramos da Astrologia - a Astrologia Horária.

De salientar que as informações apresentadas ao longo destes casos têm a autorização prévia dos envolvidos, omitindo-se apenas os nomes reais.

Pergunta colocada pela cliente, M.:

Irei reconciliar-me com o meu marido?

Alguma clarificação sobre as circunstâncias que envolvem a pergunta:

A cliente tinha saído de casa dela para a casa da sua mãe após um violento desentendimento com o seu marido.

 

Figura Horária:

Sistema de Casas: Regiomontanus

Dados:

15 Junho 2013 AD GC

2:51:48 PM Amora / Portugal GMD -01:00:00

9w07 00 / 38n37 00

 

 

Figura Horária

 

Significador da querente/cliente: Vénus; co-significador: Lua

Significador do quesito/marido: Marte

Regente da Hora: Saturno

"O querente é aquele ou aquela que faz a pergunta e deseja uma resolução; o quesito é aquele ou aquela, ou a coisa procurada, ou sobre o que se pergunta.

O significador é não mais do que aquele planeta que rege a casa que significa a coisa perguntada ... seja qual for o signo ascendente, o planeta que for regente desse signo será chamado senhor da casa ou significador da pessoa que pergunta ...

De forma que, em primeiro lugar, quando qualquer pergunta é apresentada, o signo ascendente e o seu regente são sempre dados àquele ou àquela que faz a pergunta.

Em segundo lugar, deve-se considerar o assunto apresentado e ver qual das doze casas ele pertence devidamente; quando se tiver encontrado a casa, considerar o signo e o regente desse signo ...

Em todas as perguntas damos a Lua como co-significador do querente com o regente do ascendente ..."[1]

Quanto à radicalidade da figura horária (conjunto de regras que nos diz se a figura pode ou não ser julgada):

- A Lua não está vazia de curso;

- Saturno, regente da hora, encontra-se na mesma Triplicidade que o regente do Ascendente, Vénus; ambos estão na Triplicidade da água - Saturno em Escorpião e Vénus em Caranguejo;

- Não ascendem nem os primeiros nem os últimos graus do Signo.

Pode-se então dar início à delineação:

De notar que Vénus, regente da querente, não se aplica por nenhum aspecto ptolemaico ao regente do quesito, Marte, e que este não recebe em nenhuma das suas dignidades Vénus, a querente.

Vemos que a Lua - co-significadora da cliente - se separa de uma quadratura de Marte, mostrando-nos assim o carácter violento do desentendimento que ocorreu e a consequente separação.

Toda esta configuração astrológica dir-nos-ia que não haveria hipótese de uma reconciliação, até que verifiquei que a Lua, que se separa de Marte por uma quadratura, aplica-se a Vénus por um sextil levando assim a sua luz - translação de luz - unindo desta forma ambos os significadores.

A ter em consideração que a Lua em Virgem é recebida por ambos, Vénus e Marte: a Lua encontra-se na Triplicidade Participante de Marte e na Triplicidade Diurna, Termo e Face de Vénus.

"Translação:

As coisas são levadas à perfeição por translação de luz e de natureza, desta forma: quando os significadores do querente e do quesito se separam de uma conjunção, sextil ou trígono um ao outro, e qualquer planeta se separa de um dos significadores, pelo qual é recebido por domicílio, triplicidade ou termo, e depois este planeta se aplica ao outro significador por conjunção ou aspecto, antes de conjuntar ou fazer aspecto com qualquer outro planeta, então translada a força, influência e virtude do primeiro significador para o outro, e então este planeta interventor (ou aquele homem ou mulher por ele significado) levará o assunto mencionado à perfeição."[2]

Concluí então que devido à intervenção da mãe da querente - alguém como a Lua ou representado por ela; é de assinalar que a Lua é regente da Casa X, que em Astrologia Tradicional representa a mãe, a Lua também é considerada significador natural/universal de mãe - a reconciliação iria realizar-se, e assim se veio a verificar.

...

Paulo Alexandre Silva, DMA

Membro efectivo Nº 57

www.astrologiamedieval.com

...

[1] Astrologia Cristã, William Lilly, págs. 123, 124. Tradução CMM, QHP - Edição Biblioteca Sadalsuud

[2] Astrologia Cristã, William Lilly, págs. 125, 126. Tradução CMM, QHP - Edição Biblioteca Sadalsuud

 

 

Copyright © Paulo Alexandre Silva. Todos os direitos reservados.